Fone
Notícias
TENDÊNCIA – Fofurices nas categorias de borrachas e corretivos
27/03/2020

De tão lindas, as borrachas e os corretivos ganharam mais uma função: o de item de coleção. E isso já faz algum tempo! Mas, sem deixar de cumprir a função principal: apagar com qualidade as escritas e os desenhos, sejam eles feitos em lápis ou canetas.
Para esta temporada, a empresa Leonora apostou em tons suaves por meio da linha Pastel Trend com seis opções de cores, todas as borrachas com cinta. Outra novidade da marca é a coleção de borracha Signos, ilustrada com os doze signos do zodíaco e a borracha Formas nas versões astronauta, lhama, sereia e unicórnio. “As novas borrachas têm um grande apelo visual e conquistam os consumidores com uma pegada “fofa”. A partir de pesquisas de tendência e análises do comportamento do consumidor chegamos nas novas linhas”, afirma a Coordenadora de Marketing da Leonora, Ariéli Silva. Na categoria de corretivos, a empresa fez o lançamento da versão em fita e mini, que também promete conquistar os apaixonados por fofurices
As inspirações para os lançamentos das borrachas e corretivos, de acordo com a Faber-Castell, vêm das mais diversas áreas, como por exemplo, o universo da moda, que acaba ditando e antecipando muitas tendências em termos de cores. “Na temporada apostamos nos tons pastel, opções com glitter e modernas. Além de uma boa apagabilidade, outros atributos precisam ser levados em consideração na hora de desenvolver um novo produto. É possível se reinventar com propostas de mudanças no visual, formatos diferenciados, estampas e cores divertidas a fim de atrair mais atenção dos consumidores”, declara o Gerente de Comunicação Externa da Faber-Castell, Marcelo Vecchi.
O portfólio da Faber-Castell prioriza, além da qualidade, atributos estéticos com destaque para as cores e formatos. Por exemplo, a linha Coleções oferece opções de borrachas com estampas exclusivas e colecionáveis, a FC Max Neon e FC Form, aposta em cores vibrantes e formas divertidas. Tem também a linha Dust Free focada em performance e conforto ao apagar, já que facilita a limpeza por concentrar o resíduo, ajudando não espalhar a sujeira e nem danificar o papel, apagando com precisão devido os lados serem chanfrados
“Além da funcionalidade, os produtos precisam ter um design diferenciado, que conquiste o consumidor”, afirma o Gerente de Produtos da Tilibra, Douglas Takahashi. O lançamento da temporada foi a borracha Picolé nas opções: morango, melancia, uva e abacaxi, cada uma com o respectivo cheiro da fruta. Em corretivos, há novidades em fita, líquido e caneta. O corretivo em fita é disponibilizado em aplicadores nas cores aqua, azul e rosa, com 6 metros de fita e largura de 5 milímetros e no formato nuvem, em cores sortidas, tampa de proteção, com 5 metros de fita em largura de 5 milímetros. Na versão líquida, há opções nas marcas Capricho, Jolie e Tilibra, todas com 18ml, à base de água. Já no formato caneta, há o modelo com 8ml, produzido à base de solvente, com ponta metálica e secagem rápida. “Focamos no desenvolvimento de produtos que ofereçam durabilidade, qualidade e tenham um visual moderno. Tudo isso, claro, alinhado a um bom preço”, reforça Douglas.
As ‘fofurices’ também chegaram nas coleções das borrachas desenvolvidas pela Summit. Além de produzi-las sem PVC, o fabricante investe em estampas e formatos diferenciados. Tem a TRIS Collection que chega com estampas dos doze signos e a TRIS School Pastel, seguindo a moda dos produtos nos tons candy. Em corretivos, o destaque é a mini caneta corretiva TRIS Petit, com 4 ml. “Além de ter o corpo nos tons pastel, tem também o tamanho pequeno, “fofo” e querido pelos consumidores”, afirma Vanessa Moreno, Especialista de Marketing e Comunicação da Summit.

Muito além de modismos

Para a tradicional marca de borrachas, Mercur, critérios antigos ainda predominam na escolha dos consumidores de borrachas, tais como, apagabilidade, quantidade de farelo/sujeira, maciez e toque de pega. “Por isso, sempre mantemos a equipe dedicada à tecnologia da borracha, atenta não a tendências geralmente relacionadas a modismos, mas à qualidade dos nossos produtos”, esclarece Márcia Murillo, que integra a equipe que trabalha na linha “Apagar e Corrigir” da Mercur.
Também profissional da equipe Mercur, Angélica Jappe, acrescenta que a empresa realiza testes em lotes que saem da produção, em revalidação de testes já realizados e encerrados, faz coleta de novas percepções de pessoas que utilizam as borrachas, dialoga com pessoas/profissionais que estão diretamente ligados ao uso destes produtos e, principalmente, está atenta sobre o que as pessoas dizem sobre suas borrachas. “Nossa vasta experiência em borracha, em especial todos os aprendizados que temos com relação ao projeto borracha natural (preservação das reservas extrativistas e valorização deste produto e toda a cultura local que nele se interliga, por exemplo), faz com que a entrega deixe de ser somente a borracha. Passe a ser, também, o valor que esta borracha tem para e na vida das pessoas, desde a extração do látex lá na floresta Amazônica. Estas considerações fazem com que a qualidade de nossos produtos esteja sempre em primeiro lugar.”
Recentemente, a Mercur lançou borrachas com frases. “Trata-se de um convite à reflexão de questões importantes na vida das pessoas, que entenderam muito bem a proposta de provocar a reflexão”, afirma Angélica, acrescentando que a Mercur sempre faz a seguinte pergunta: o que pode mais uma borracha? “E de fato foi o que aconteceu: estamos entregando não apenas um “gift”, mas uma abertura à reflexão”, ressalta Angélica.

Brasinks
TRIVIUN
TRIDENT
MOLIN
DELLO
DAC
NHS INFO
CONDOR
PILOT
REDICOLLA
CADERSIL 2019
WALEU 2