Fone
Notícias
TENDÊNCIA – Cadernos de anotações e cadernetas
12/03/2018

Se por um lado muitas pessoas aderiram à tecnologia para registrar as suas anotações, por outro, há um público bastante heterogêneo que não abre mão de colocar as suas anotações no papel. Existe um movimento bem importante da retomada do uso de cadernetas e agendas para organizar e planejar as atividades chamado de Bullet Journal. Em 2015, o designer Ryder Carroll percebeu que, assim como ele, outros profissionais que lidavam com tecnologia estavam cada vez mais voltados a usar papel para organizar seus planejamentos e registrar as ideias e coisas.
O método de Ryder reúne em um só lugar todos os aspectos do cotidiano: tarefas, lembretes, planos de uma próxima viagem, compromissos futuros, listas de filmes e o que mais desejar. Esse hábito tem se espalhado pelo mundo e, claro, chegou ao Brasil. E qual são as vantagens deste método? Ele ajuda na organização de prioridades, a registrar eventos importantes, auxilia no cumprimento das tarefas diárias, exerce a criatividade (já que são usados recursos como canetas coloridas, adesivos, desenhos e letras diferenciadas) e a pessoa também tem a chance de praticar a letra cursiva, já que em tempos tecnológicos isso ocorre cada vez menos.
E quem são os consumidores destes cadernos de anotações e cadernetas? Bem, o leque é bastante amplo, incluindo universitários, estudantes a empresários.
A mais famosa marca mundial de caderno de anotações é a Moleskine, que inclusive, virou sinônimo de categoria foi uma importante ferramenta adotada por grandes artistas (Vincent van Gogh, Pablo Picasso, Ernest Hemingway e Bruce Chatwin). Atualmente, a marca tem um leque abrangente de produtos para diferentes tipos de artes e escritas com um portfólio que contempla diversos tamanhos e tipos de miolos, com variações que atendem a todos os gostos, dos mais organizados, com pauta e calendário, até os que preferem páginas livres para criar suas próprias regras, variando de acordo com o peso e a absorção do papel (gramaturas que variam de 70gr a 200gr) assim como as dimensões (bolso, grande, extragrande e XX grande), material de capa (dura, flexível, couro e tecido) e o layout do papel (lisos, pautados, quadriculados e pontilhados).
Todos os anos, a Moleskine lança uma nova paleta de cores, assim como as edições limitadas (para 2018 haverá as coleções da Barbie e Pokemon). A sócia-diretora da A&S Fun Gifts, empresa que distribui no Brasil, com exclusividade, a marca Moleskine, Ana Simões, destaca que as características mais marcantes da Moleskine são os cantos arredondados do produto, a tira de elástico para mantê-lo fechado ou aberto em determinada página e a lombada costurada que possibilita que fique plano (a 180 graus) enquanto aberto, além do papel sem ácido que não amarela com os anos. “A marca Moleskine possui um conceito completamente distinto e exclusivo na categoria. É sinônimo de cultura, viagem, memória, imaginação e identidade, tanto no mundo real, quanto no digital. Seguindo esse conceito, engloba uma família de produtos portáteis, fornecendo aos fãs um complemento indispensável à tecnologia portátil moderna. Capturar a realidade em movimento, vislumbrar e registrar detalhes, escrever a natureza única da experiência no papel. Desta maneira, o caderno Moleskine se torna a “bateria” que armazena ideias e sensações, liberando sua energia ao longo do tempo”, declara Ana.

Plataforma de expressão

Quando foi criada, há uma década, a marca carioca Cicero teve como proposta fazer os melhores cadernos e cadernetas. Com os anos ampliou o mix com novos produtos como agendas, blocos de planejamento, desenvolveu miolos funcionais como o “caderno do Sim” (feito especialmente para quem irá casar, com cinco seções: Inspirações, Convidados, Cerimônia e Recepção, Estilo e Eventos Pré e Pó) e o “de viagem” (dividido em cinco seções, pesquisar um destino, planejar a viagem, organizar o calendário, definir o roteiro e ainda pensar na contabilidade) e outros amplamente trabalhados como o miolo pontado, que é o pontilhado da Cicero.
A Gerente Comercial da Cicero, Graziela Marques, explica que a empresa trabalha para ser uma plataforma de expressão, com produtos de qualidade e que criam espaço para a criatividade. “Nossos produtos atendem diversos estilos e cada coleção é pensada e destinada para um grupo diferenciado, razão pela qual estamos sempre inovando e buscando novas parcerias para englobar novas particularidades e atender novos perfis de consumidores.”
A empresa acaba de estender o miolo pontilhado (pontado) para outras capas de suas cadernetas. “Esse miolo é o queridinho para o Bullet Journal e está fazendo muito sucesso, por isso, agora também vamos disponibilizá-lo com uma capa estampada”, conta Graziela.

Mais uma possibilidade na categoria

Recentemente a Waleu acrescentou ao seu mix uma linha de cadernos em parceria com a fabricante Norma e neste portfólio também há os cadernos de anotações. De acordo com a empresa são produtos com estampas coloridas, alegres e ao mesmo tempo delicadas. Há capas duras vazadas, acabamentos com laminação fosca, verniz UV, hot stamping, modelos com páginas decoradas, outras com folhas de adesivos, fita marcadora de página, entre outras características. Atualmente compõem a linha o caderno ¼ luxo espiral com 80 folhas, mini caderno luxo capa dura brochura e espiral ambos com 80 folhas e o caderno de anotações luxo capa dura quadrado espiral e brochura com 100 folhas.

Para todas as tribos

Para os consumidores que buscam estilo e organização, a Jandaia oferece opções com as capas do Pequeno Príncipe, Frida Kahlo, Harry Potter, Animais Fantásticos, Meninas Super Poderosas, Coca-Cola, Palmeiras, Star Wars, Mulher Maravilha, DC Comics, Beatles, entre outros. O papel usado é off white e no tamanho P é sem pauta, enquanto no tamanho G possui pauta. A capa dura tem foil metalizado, laminação fosca, alguns modelos contam com fitilho e o fechamento com elástico. “Buscamos diversificar as capas de acordo com o estilo de cada tipo de consumidor, já que as cadernetas para anotações abrangem um público bem amplo”, comenta Fabrício Pardo, Gerente de Marketing Cadernos Jandaia/ Grupo Bignardi.
“Para todas as necessidades, para todos os gostos, sempre existe um caderno Tilibra”, declara a Gerente de Marketing da companhia, Karina Marchini. O fabricante traz novas capas e opções em diferentes formatos e acabamentos para agradar o maior número possível de consumidores. Tem a linha de cadernos colegiais em versões como Avengers e Snoopy Vintage, que atende o público jovem/adulto, estudante ou profissional, que procura em um único produto formato compacto e bastante espaço; na categoria de cadernos ¼ e cadernetas versões como A Bela e a Fera, Margarida e Académie (caderno ¼ e caderneta espiralados) e Capricho (caderneta costurada) ganham destaque, além das renovadas coleções da Minnie, Jolie, Miraulous, Simpsons, Hot Wheels, Cambridge e Organizer.
A Gerente da Tilibra explica que a maior preocupação é criar produtos que mantenham a praticidade, uma das principais necessidades para quem consome esses tipos de cadernos e cadernetas, razão pela qual todos têm formatos compactos. “Os consumidores para esses itens são, em geral, pessoas que buscam algo prático para carregar, levar na bolsa e facilitar uma atividade desempenhada diariamente”, acrescenta Karina. A categoria não deverá perder força tão cedo no mix da Tilibra. “Em meio a tantas tecnologias disponíveis para os consumidores, percebemos uma forte tendência de valorização do papel, já que existem consumidores que não só preferem utilizá-lo, como também valorizam essa experiência e até colecionam itens de papelaria. Por isso, acredito que sempre haverá espaço para uma boa caderneta, seja ela simples ou mais elaborada”, opina.

A cara do dono

O Gerente Comercial da Filiperson, Daniel Grassiotto, cita versos da música “Aquarela” para lembrar da importância do papel em toda a nossa vida. “Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo…. E com 5 ou 6 retas é fácil fazer um castelo….” A Filiperson, atenta a essa demanda, desenvolveu ao longo dos últimos  anos uma linha completa de cadernetas e cadernos de anotações. “A cada novo lançamento realizamos pesquisas de tendências no mercado nacional e em feiras internacionais, trazendo para os consumidores brasileiros o que existe de melhor, mais atual e que melhor atenda às suas necessidades”, diz Daniel.
Para a Filiperson, a estética do produto é fundamental, mas a perfeita adequação dos papéis que os compõem, tornando-os 100% adequados aos fins para os quais se destinam é igualmente importante.
A linha atual de produtos dessa categoria, para atender os distintos públicos é composta pelo Filibook que é uma linha de cadernetas, compactas e desenvolvidas com papéis próprios para receber a escrita, com capas de alta gramatura nas cores verde musgo, preto ou azul marinho e com folhas internas marfim. Tem também capa na cor café e com folhas internas nas vibrantes cores luminescentes amarela, laranja, rosa ou verde. A outra linha é a Filinote que é um prático bloco para anotações, de blocagem vertical, em formato  “jornalista”, disponível com folhas internas picotadas para fácil destaque. Está disponível nas versões reciclado natural, reciclado marfim ou coloridas. “Aprendemos que a relação do consumidor com suas cadernetas e blocos é única. Cada caderneta, após o uso, adquire a “cara de seu dono”. As anotações ali impressas são exclusivas e pessoais e, se reunidas, formam a história de cada indivíduo. Aqueles que têm por hábito guardar as suas cadernetas após usadas formam um verdadeiro histórico de vida. Que grande prazer poder, um dia, reler as anotações dessas cadernetas e rememorar os momentos, situações e ocasiões que as geraram”, declara Daniel.

BRASILFIJ
JANDAIA 1
BIC
FABER CASTELL
CONDOR
BIC EVOLUTION
DELLO
BRASINKS
ACRIMET
MANO
NOX BR
ALAPLAST 2