Fone
Revista
EDIÇÃO 135 – Novembro – 2015

Ele traduz a personalidade da sua marca, do seu negócio e neste caso da sua loja, que fica conhecida pela impressão que causa. O visual merchandising ganha evidencia à medida que valoriza a experiência de compra e devido a necessidade de diferenciar pontos de venda para atrair os clientes para as lojas físicas. Ele deve ser trabalhado por todos os tipos de estabelecimentos.

Tanto a organização, quanto à disposição dos produtos são extremamente importantes, pois determinarão a visibilidade e o fluxo do ambiente. Os consumidores precisam ter uma visão clara da localização dos produtos e encontrar o que procuram. O visual merchandising deve vender para o cliente, antes que o vendedor atenda, portanto, precisa ser muito bem feito ou simplesmente não funciona. Conversamos com Mariana Santos, arquiteta e analista de Visual Merchandising da Uatt?, que traz importantes informações e sugestões aos lojistas.

Outras Edições