Fone
Revista
EDIÇÃO 113 – NOVEMBRO 2013

“Um produto é somente um produto e nada mais, quando se esquece toda a simbologia do mesmo. O que o torna objeto de desejo é o Visual Merchandising (VM), a “roupa” que colocamos nele. O VM injeta sentimentos humanos no produto e o faz ser completamente necessário naquele momento. A ambientação no ponto de venda não é feita para o produto, mas sim para quem o enxerga. Querer comprá-lo fica por conta das técnicas do Visual Merchandising, onde a questão da ambientação é uma das possíveis “manipulações” dos sentimentos”, afirma Ará Candio, especialista em Visual Merchandising e Consumo, e diretor de projeto da Viu Merchandising.

Outras Edições