Fone
Notícias
CATEGORIA DE PRODUTO – Lettering
27/03/2020

Muitos apaixonados por papelaria foram, nos últimos anos, arrebatados por uma nova paixão: a prática do hand lettering, a arte de desenhar letras, que por ser um trabalho artesanal, também aprimora a motricidade fina e traz benefícios terapêuticos, deixando as pessoas mais calmas e focadas. Para alguns, hobby; para outros, trabalho.
O Gerente de Comunicação Externa da Faber-Castell, Marcelo Vecchi, comenta que o lettering é tendência desde 2015, destacando que a volta das atividades hand made ganharam ainda mais força com a onda do livro de colorir e de lá para cá, apaixonados por itens de papelaria não pararam mais de investir tempo e dinheiro em novos hobbies.  “A principal necessidade dos que aderiram a alguma prática manual é o relaxamento. Atualmente, sabemos o quão corrido e estressante pode ser o dia a dia dos que moram em grandes cidades, por isso a importância de encontrarem um espaço na rotina para desacelerar enquanto se divertem”, analisa.
A verdade é que a técnica trouxe para as papelarias e fabricantes novas oportunidades de negócios, impulsionando as vendas de diferentes instrumentos de escrita, papéis e muitos outros itens para trabalhar a técnica.
A tradicional marca de instrumentos de escrita Pilot também tem a sua linha voltada para a arte de desenhar letras. Trata-se da Lettering Pen, um produto importado do Japão, que tem uma tinta especial bem pigmentada. Devido a sua ponta chanfrada e em poliéster, possibilita uma variação de traços, sendo ideal para quem está começando a praticar a técnica, pois é resistente ao desgaste. “A questão da ponta resistente e que não seja tão maleável é importante, pois agrada desde os mais experientes até quem está começando a desenvolver a técnica’, explica Arthur Santana, da área de Marketing da Pilot Pen.
A marca está iniciando nessa categoria, mas como há um nicho importante a ser explorado já pensa em ampliar o portfólio, por isso, está estudando trabalhar com uma linha de brush pen, implantando toda a tecnologia japonesa da Pilot Pen. “A expectativa é abrir o nosso mix de produtos para lettering ao longo de 2020, sempre prezando pela qualidade japonesa e oferecendo um produto de alto nível para os nossos consumidores”, ressalta Arthur.
Na linha LeoArte, da empresa Leonora, há dois lançamentos para a prática do lettering. O Marcador Artístico Dual Brush Metalic que vem em estojo blistado e traz 10 intensas cores metálicas, com duas pontas: uma chanfrada e a outra pincel e a Aquarela Metálica com 12 cores metálicas (as pastilhas são reposicionáveis), dois pincéis, um deles water brush e outro com cerdas naturais e cabo de madeira, além de uma esponja para limpeza dos pinceis. “Temos também em linha a Hidrocor Brush, Leo&Leo. São 12 cores, ponta pincel e formato anatômico que facilita a técnica do lettering”, cita a Coordenadora de Marketing da Leonora, Ariéli A. Silva.
Quem também está com dois lançamentos em instrumentos de escrita é a Gramp Line. Um deles é a caneta marcadora artística Dual Brush em doze cores e dois tipos de pontas, de um lado estilo fineliner com 1mm para traçados e lettering; e do outro, a ponta estilo brush para preencher e colorir. O outro destaque é a caneta Fineliner, em doze cores, com ponta para uma escrita fina e precisa. Com formato triangular ergonômico é ideal para contornos, traçados e lettering.
As canetas Artline, da Tilibra, são as opções da empresa para o lettering. Com tinta à base de água, segundo o fabricante, escreve três vezes mais do que uma caneta comum e há versões de pontas fina e grossa, possibilitando diferentes tipos de caligrafia, além das várias cores, garantindo criatividade nas criações. “Trabalhamos com uma oferta de cores que está em sintonia com as principais tendências de consumo. Além disso, oferecemos produtos com design associado ao conforto. Estamos otimistas com a coleção apresentada. Nossas opções foram desenvolvidas para conquistar diferentes consumidores nos quesitos essenciais para escolha de um produto: qualidade, beleza, conforto e preço”, afirma o Gerente de Produtos da Tilibra, Douglas Takahashi.

Das canetas com ponta pincel a marcadores em tom pastel

Antenada às novas oportunidades, a Faber-Castell tem a canetinha SuperSoft, voltada para entusiastas, apaixonados por itens de papelaria e apreciadores da tendência de produzir lettering, bullet journal e planners. Sua ponta pincel proporciona suavidade na hora de contornar ou colorir. Além disso, seu formato traz variações na escrita que podem ser notadas de acordo com a pressão aplicada na folha. A caneta Fine Pen Colors complementa e enriquece as produções. Com ponta 0.4 mm é disponibilizada em 48 cores vibrantes.
Já na linha Art&Graphic, voltada aos artistas profissionais, são oferecidas as canetas PITT. Com tinta nanquim indiano e mais de 8 tipos de pontas diferentes, tem tons metálicos, pastel, neon e os mais sóbrios. “O lettering impactou principalmente o mercado de canetas coloridas e marcadores de texto. Tons neon e pastel lideram a lista, mas como a Faber-Castell lança constantemente novos produtos, é possível que essa categoria ganhe novos desdobramentos”, sugere o Gerente de Comunicação Externa, Marcelo, que observou a demanda por outros itens que não têm exatamente esta finalidade, mas já estão sendo explorados pelo consumidor como é o caso do marcador de texto. “No caso do marca-texto, a Faber-Castell, identificou esse movimento e incluiu no portfólio opções que proporcionam experiências ainda melhores. O marcador em gel, por exemplo, é uma inovação pensada para trazer mais conforto ao utilizar um item desta categoria. Esse movimento é importante para reavaliarmos a forma como o usuário de fato consome nossos produtos e nos ajuda a pensar em outras possibilidades de ofertas.”

Versatilidade na escrita

O Diretor de Marketing da BIC, Rodrigo Iasi, comenta que desde 2015 quando a prática do lettering ganhou evidência, as canetas hidrográficas, assim como os marcadores de texto passaram a ser utilizados também por esse público. “Esse tipo de inovação foi um processo natural das canetas hidrográficas, uma vez que em virtude da diversidade de cores, modelos e formatos, o produto se tornou mais versátil, possibilitando, assim, a sua utilização de diversas maneiras. A BIC entende que essa é uma tendência importante de mercado e, por isso, a linha BIC Intensity em suas diferentes versões (fina, média e brush) oferece o efeito de caligrafia que serve tanto para escrever, quanto para contornar, grifar e desenhar.”
O fabricante segue investindo em produtos que possam atender a demanda cada vez mais latente. Como exemplo, a linha da BIC Marking de Marcadores Permanentes que possui o corpo emborrachado, trazendo mais conforto, praticidade e facilidade ao utilizá-los. Além do conforto, a busca por uma variedade de cores é também uma tendência, motivo pelo qual a marca lançou a linha BIC Marking – Marcadores de Texto Pastel, tendência de cor e estilo entre os amantes de lettering; a BIC Intensity que tem 12 cores marcantes e ponta média e a nova ponta Brush, que vem para completar a família Intensity, tem ponta flexível permitindo efeito pincel, sendo ideal para criar tanto traços finos, quanto grossos. “Estamos investindo fortemente em inovação para trazer lançamentos que farão parte do dia a dia dos consumidores. Com as novidades apresentadas, a empresa aposta na versatilidade dos produtos de seu portfólio para se manter como referência no mercado, atendendo às diferentes necessidades e perfis de consumidores, reforçando o compromisso em continuar produzindo soluções cada vez mais completas, de qualidade e confiáveis”, ressalta Rodrigo.

Marcadores recarregáveis

Atualmente, a Brasinks oferece diferentes marcadores e tintas que podem ser utilizados para a prática do lettering. Entre eles estão o giz líquido (tinta de baixa fixação à base álcool) e a caneta poster bastante utilizada por cartazistas de supermercado. “Vale ressaltar que todos os nossos marcadores são recarregáveis. Realizando a recarga há uma economia em média 70% do valor de um marcador novo”, esclarece a Assistente de Marketing da Brasinks, Deyse Ribeiro. Recentemente a marca lançou o lápis de cor líquido aquarelável com média fixação, à base água em 10 cores.
Mais opções em brush pens

A alemã STAEDTLER tem produtos para agradar de iniciantes no lettering até profissionais mais exigentes. As brush pens, que são as “queridinhas” do momento, são disponibilizadas nas versões: 12 cores não aquareláveis ou 18 e 36 cores aquareláveis. Todos os modelos têm ponta dupla: uma é pincel e a outra hidrocor para detalhes na arte. Há também um conjunto específico para Caligrafia, com 12 cores e pontas duplas chanfradas. “A aplicação da ponta pincel tem acomodação perfeita, proporcionando maior controle no traço e liberação da tinta no papel. Além disso, encostando uma ponta na outra, as tintas se misturam, proporcionando um degradê, sem estragar as pontas das canetas”, explica a Gerente de Marketing da STAEDTLER Brasil, Juliana Rett.
Juliana afirma que as canetas hidrocores para lettering e demais aplicações artísticas têm alta relevância no portfólio da marca, ficando evidente a tendência social que busca o equilíbrio entre o analógico e o digital, voltando-se para as raízes criativas e manualidades. “Acompanhamos essa tendência e os produtos relacionados ganham representatividade dentro do nosso mix. Mantemos o compromisso de oferecer a melhor experiência de produto para o consumidor final.”
A caneta Sketch, da marca TRIS, tem ponta dupla: de um lado ponta pincel (brush) de 4.4mm e do outro, ponta fina com 0.4mm para acabamentos e outros textos. Além de ter a tampa ventilada, a tinta da TRIS Sketch é lavável e vem em 12 cores. “O lettering vem provando não ser apenas uma moda, mas uma forte tendência para as atividades manuais. Por isso, devemos ampliar o seu portfólio”, declara a Especialista de Marketing da Summit, Vanessa Moreno.

Vários outros produtos

Além dos instrumentos de escrita há outros produtos voltados para a prática de lettering, como os papéis especiais. Nessa categoria, a distribuidora Artistik por meio da fabricante alemã de papéis, Hahnemühle FineArt, apresenta dois produtos: os blocos Hand Lettering e Lana Calligraphie. O primeiro tem folhas em branco brilhante na gramatura 170g/m2, nos tamanhos A3, A4, e A5 em blocos de 25 folhas coladas na parte superior. Com textura satinada que permite que os marcadores com ponta de pincel, ponta fina ou mesmo o lápis deslizem com facilidade sobre a sua superfície. Essa característica do papel também possibilita que esboços e linhas de referência sejam facilmente apagados, além, de reduzir o desgaste das pontas dos marcadores e pincéis. Também é facilmente escaneável para a edição digital de trabalhos e possui boa absorção e secagem. Já o Lana Calligraphie possui uma superfície extremamente lisa, permitindo o desenho de traços bem definidos. Sua alta gramatura de 250g/m2 é ideal para tintas naquim e grafite, bem como técnicas molhadas, atualmente combinadas ao lettering. Disponível em blocos de 12 folhas nos formatos 24x32cm e 30x40cm, vem com um molde de pauta dupla que auxilia no desenho de letras maiúsculas e minúsculas. Um destaque do portfólio em 2020 é o lançamento do papel artístico preto, The Black, que chega no Brasil, em folhas nos formatos A4 e A3. “Com uma coloração que remete à lousa, pode ser usado com marcadores metálicos, brancos, ou o que a criatividade dos mais descolados permitir”, acrescenta a Diretora da Artistik, Erica Pereira Rodrigues Rosin.
Erica afirma que no Brasil o lettering está em um grande momento. “As redes sociais têm dado uma crescente visibilidade às produções e conquista cada vez mais adeptos. É um momento muito favorável para nós, que temos produtos diferenciados, consolidarmos a marca Hahnemühle, no Brasil, com um abrangente mix, levando ao conhecimento de todos os artistas, dos aspirantes aos renomados, as soluções e possibilidades que nossos papéis oferecem.”
A Stalo também apresenta em seu catálogo produtos que possibilitam e facilitam a técnica. Além do carro-chefe, a linha de giz líquido, tem os tabuleiros de calçada, levando charme aos ambientes, os flip charts e os quadros brancos. O lançamento é a linha de tabuleiro Neo com estrutura em pinus e tela de MDF com acabamento em pintura de tecnologia U.V. A moldura está disponível em pinus natural ou acabamento cinza ardósia. São quatro versões com telas nos tamanhos 90 x 60 cm e 120 x 70 cm.
A DAC acaba de lançar uma linha especial chamada DAC Letter, em tom pastel e estampada com a frase “A inspiração que você procura já está aí dentro”. Compõem a linha, o fichário universitário em capa dura, fechamento com elástico e bloco de folhas especial de 90g/m², com micro serrilha, 20 páginas pautadas com linhas guias para treinar o desenho das letras, seguindo as linhas ascendente, média, base e descendente; 20 páginas quadriculadas para ajudar na criação de grades de construção; 20 páginas pontilhadas para manter a orientação, porém com visual mais minimalista e 20 páginas brancas para deixar a imaginação bem livre na criação. Há o refil de folhas seguindo as características descritas; o estojo grande no formato de baú com fechamento em zíper e PVC cristal na parte de cima, permitindo guardar muitas canetas e visualizá-las facilmente; a prancheta decorada com presilha em metal e bloco de folhas brancas em 90g/m², que auxilia como apoio durante a prática do lettering e pasta catálogo em papel e cada dura, com 10 envelopes médios para guardar todas as criações e montar um portfólio dos trabalhos.

DAC
BRASINKS
WALEU 2
CONDOR
BIC
ACRIMET
MOLIN
TRIVIUN
NHS INFO
REDICOLLA
FABER CASTELL
TRIDENT