Fone
Notícias
CATEGORIA DE PRODUTO – Cadernetas, sempre a mão!
17/05/2019

Além de proporcionar uma conexão diferente e mais artística, estamos diante de um produto que foge da sazonalidade do período escolar, o que para os lojistas representa uma excelente oportunidade de negócios.
Apesar da tecnologia estar cada vez mais frequente e de forma frenética na vida dos consumidores, o uso do papel exerce uma forte influência entre as pessoas, proporcionando uma característica mais artística, por isso, é uma ferramenta bastante usada por redatores publicitários, projetistas, arquitetos, desenhistas, entre outros profissionais e tantos tipos de públicos. “A tecnologia é importante para resolver os problemas de forma mais rápida, funcional e prática, mas o papel é fundamental para se ter uma conexão diferente e mais artística, auxiliando na memorização e na aprendizagem”, declara o Gerente de Marketing da Jandaia, Fabrício Pardo.
O destaque na coleção deste ano do fabricante é a linha Harry Potter, com várias opções de tamanho e miolo pontilhado, sem e com pauta, e meia pauta. O Gerente lembra que existem alguns atributos que fazem o consumidor se atrair pelo produto como as cores, o estilo de traço e a marca. “Por exemplo, o público comunicativo e extrovertido é atraído pelos produtos de cores mais intensas e vivas, enquanto as tonalidades mais clássicas e sóbrias, geralmente atraem um público mais introvertido. Estes são apenas alguns dos atributos que permitem conectar o produto a cada público. Em seu portfólio, a Jandaia disponibiliza cadernetas em diversas linhas licenciadas e marcas próprias, com algumas opções de tamanho e miolo: caderneta P sem pauta, por exemplo, para anotações em gerais; caderneta M com pauta para anotações gerais e base de escrita para cursos e aulas; caderneta M sem pauta para desenhos e planejamento, também usada para criar planners e bullet jornal; caderneta M pontilhada para desenhos, projetos técnicos, e também com a função de planners e bullet jornal; caderneta M meia pauta, ou seja, metade da caderneta possui pauta e outra metade sem, para os consumidores que querem desenhar e escrever; caderneta G com pauta para utilizar nas aulas como caderno escolar e caderneta G sem pauta utilizada para desenhos.

Sortimento para atrair diferentes públicos

No desenvolvimento da sua linha de cadernetas, a equipe de Marketing da São Domingos por estar diante de um produto versátil, “brinca” com o design, sem deixar de lado as opções mais clássicas. Há diversos modelos que vão dos menores aos maiores, com ou sem pauta, pontilhado, capa dura, entre outras versões. O fabricante aponta as cadernetas especiais com sugestão para Bullet Journal. Esses modelos de capa dura e cores que seguem as últimas tendências, têm gramatura do papel superior, não deixando transparecer a escrita para o outro lado. “Mesmo com o aumento do número de celulares, as pessoas sentem necessidade em fazer suas anotações. A tecnologia melhora e otimiza o tempo, não restam dúvidas, mas não supriram a necessidade do velho “papel e caneta” que conhecemos. Jovens e adultos que gostam de marcar suas anotações, guardar lembranças, informações importantes e os criativos sentem a necessidade de ter em mãos um papel e caneta para seus insights.”
Modelos nas opções encadernada e wire-o, com capa dura ou flexível em diferentes estampas e variedade no acabamento compõem a linha da Rotermund que tem como principal público, os adultos. “Acreditamos que a questão da durabilidade das cadernetas deva ser algo prioritário.  Depois vem a estética, com capas atraentes, que agradem diferentes gostos e estilos. No miolo, seguimos os padrões de quantidade de folhas, facilitando o sistema de fabricação. Os formatos também são predefinidos por normas e fabricação, e, logicamente, optamos pelos tamanhos que se adaptam às bolsas, pastas ou mochilas”, esclarece a Coordenadora de vendas varejo da Rotermund, Siluane Morais Schmitz.
Na coleção 2020, o fabricante traz modelos de cadernetas e cadernos de notas que complementam a sua linha de agendas. Em cada coleção: Basic, Flex, Fosque, Multicolor, Pop, Steel e Trama, o propósito é atender um perfil de consumidor, não só na questão do visual, mas também no custo. “Acreditamos que as pessoas necessitam registrar as ideias a qualquer hora e lugar e neste sentido as cadernetas são ferramentas ideais, acompanhando o ritmo dinâmico e imediato que a maioria das pessoas vive atualmente”, analisa Siluane.
Coordenados com o restante da linha, composta por agendas, cadernos e pastas, os cadernos de anotações da Confetti são feitos com miolo sem pauta para que os consumidores consigam tanto escrever, quanto desenhar e em tamanhos que possam ser carregados no bolso, na bolsa ou levados na mão. Há modelos com espiral e capa produzida em material reciclado a partir das caixas de leite e de suco como a coleção ZOO no formato 13 x 9 cm e 100 folhas brancas. Tem também os caderninhos flex com 14x20cm, colados na lombada, uma capa mais fina e 80 folhas sem pautas; a linha COS que tem capa lisa e charmosas listrinhas na parte interna e o caderninho Flores, com ‘ar’ romântico, tem também as listrinhas no verso da capa e miolo em papel pólen em um tom amarelo claro, que não cansa a leitura e papéis em gramaturas mais grossas. “Em virtude da tecnologia e do uso massivo dos gadgets, poderíamos temer a extinção do papel. Porém, não é isso que notamos. Existe quase que um “fetiche” quanto ao uso dos caderninhos, algo nostálgico de volta ao passado. Na verdade, a experiência de escrever no papel é insubstituível. Este prazer não pode ser alcançado quando a mesma tarefa é executada em um smartfone. É a mesma explicação sobre a experiência de ler um livro no papel e em um tablet”, compara a Diretora de criação da Confetti, Silvia Regina Slinger Rettmann.
Com base nas pesquisas de necessidades e preferências dos consumidores e, levando em conta fatores como preços acessíveis, qualidade, bom gosto e praticidade, a Filiperson desenvolveu linhas como as cadernetas Filibook Note e a linha de blocos de anotações Filinote.
O Gerente Comercial da Filiperson, Daniel Grassiotto, explica que um dos principais diferenciais dos produtos da marca é a intensidade e solidez das cores empregadas. “Mas, além dessa característica, projetamos cuidadosamente todos os detalhes das nossas linhas, tais como, formatos, quantidade de folhas, presença ou não de serrilhas, tipo do papel utilizado nos miolos, layout das capas, entre outros aspectos, para que sejam úteis e eficientes no seu propósito.”
Embora tenha observado mudanças no comportamento dos consumidores com a adoção crescente de gadgets para notas rápidas, a Filiperson não sentiu qualquer retração no mercado, pelo contrário, o fabricante destaca que as suas vendas são crescentes e arrisca dizer que os gadgets têm difundido ainda mais os hábitos de anotar e, com isso, beneficiado de forma direta as vendas de blocos e cadernetas. “A nossa participação nesse mercado é cada vez mais expressiva e crescente”, comenta Daniel.
Somente neste ano, a Tilibra lançou 86 produtos nesta categoria de cadernetas e cadernos para anotações, englobando marcas próprias e licenciadas como Bubu e as Corujinhas, Capricho, Keith Kimberlin, Minnie, Miraculous: As aventuras de Ladybug, Moana, entre tantas outas propriedades, com opções em capas dura, plástica e flexível; acabamento grampeado, espiral e costurado com e sem elástico; páginas com e sem pautas ou pontilhadas e tamanhos que variam entre M, G, 1/4 e 1/8, com versões entre 32 e 200 folhas, combinando com o perfil e as necessidades de crianças, jovens e adultos.
Em meio a esse amplo sortimento, a Tilibra evidencia os produtos com os acabamentos costurado e grampeado. As marcas West Village, Cambridge e Soho trazem opções costuradas com cantos arredondados, papel 90g/m², fitilho, capa com elástico para fechamento, nos tamanhos G e M, em versões de folhas com ou sem pautas ou pontilhadas. Os grampeados são estampados pelas linhas Académie Feminino, Love Pink, Soho e West Village. Os cadernos e cadernetas com esse acabamento têm formato compacto com 32 folhas. São ideais para anotações de pequenos projetos, mapa de ideias e uso em eventos. “Esses pequenos cadernos destinados a quem gosta ou precisa fazer anotações o tempo todo e em qualquer lugar, auxiliam no planejamento de tarefas, na organização de ideias e no estímulo à criatividade. Com variedade de formatos e estilos, um dos quesitos principais é o tamanho compacto para que possam ser carregados com facilidade. A nossa linha passa por análises periódicas, havendo sempre novidades para atender as necessidades dos diferentes perfis de consumidores”, lembra a Supervisora de Produtos da Tilibra, Sonia Hayashi.

FABER CASTELL
TRIVIUN
BRASINKS
WALEU 2
DELTA
MANO
FILIPERSON
ACRIMET
CONDOR
MOLIN
NHS INFO
BIC